Mostrando postagens com marcador Mário Gennari Filho. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mário Gennari Filho. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

MÁRIO GENNARI FILHO

 História de Mário Gennari Filho 

   Dentre os grandes nomes dos acordeonistas brasileiros, em particular destacamos três e são eles, Mário Zan, Nardeli e Mário Gennari Filho, bom quanto a Mário Zan e Nardeli falaremos em uma ocasião futura, porque hoje vamos falar de superação vamos falar de Mário Gennari Filho.

   Nascido na capital paulista em 7 de julho de 1929, Mário Gennari Filho, não deixou sua deficiência visual triunfar sobre sua paixão e esse não foi impedido de se tornar um excelente instrumentista aliás um multi-instrumentista, Mário Gennari Filho fez sua estreia ainda menino aos 8 anos de idade na rádio bandeirantes de São Paulo no programa do capital Bardino e já aos 14 anos no ano de 1943 gravava seu primeiro trabalho em disco pela "Columbia" com a música sempre alegre, deslanchando a partir daí nas gravações.

   Também professor e amante das artes auditivas, Mário Gennari Filho com frequência costumava se isolar para ouvir o que ele chamava de "O som da natureza" e hoje com mais de 60 discos gravados Mário Gennari Filho acompanhou seus irmãos Tony Campello e Celly Campello em seus primeiros trabalhos pelo selo Odeon, isso no final dos anos 50 e nos discos constam o nome Mário Gennari e seu conjunto e algumas famosas canções acompanhadas por Mário Gennari Filho foram "banho de lua" "estupido cupido" "lacinho cor de rosa" e " pobre de mim".

    E dentre os inúmeros trabalhos de Mário Gennari Filho destaco o trabalho no lp de 1959 gravado com seu conjunto pela gravadora Odeon, o samba "Canta Brasil" vale também ressaltar que esse grande músico fez várias excursões por todo Brasil recebendo por várias vezes o prêmio Roquette Pinto de melhor instrumentista, e ainda hoje esperamos acordeonistas talentosos como Mário Gennari Filho.